Hospital do Trabalhador vai receber 2100 mensagens por carta

 Hospital do Trabalhador vai receber 2100 mensagens por carta

Projeto Cartas Vivas entregará cartas e presentes para todos os colaboradores do hospital

Neste sábado, dia 01, às 10h, os funcionários do Hospital do Trabalhador vão receber cartas e presentes de uma comunidade evangélica, localizada no Novo Mundo, em Curitiba. Denominado Cartas Vivas, o projeto vai contemplar as 2.100 pessoas que trabalham no hospital, com o objetivo de levar palavras de ânimo, reconhecimento e esperança. “Em conversas com a comunidade médica, descobrimos que as pessoas da linha de frente no combate à COVID-19 sentem falta de reconhecimento, compreensão e muitos estão deprimidos. Foi assim que decidimos fazer algo capaz de valorizar e demonstrar quanto eles são especiais”, conta Marciano Ortencio, pastor da Alcance Curitiba.

Dados de uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz que avaliou as condições de trabalho dos profissionais da saúde no Brasil reforçam o impacto da exaustão pela pandemia. Dos 16 mil participantes, quase metade admite excesso de trabalho, com jornadas acima de 40 horas semanais, e 43,2% não se sentem protegidos. Em Curitiba, o quadro não é diferente. A secretária Márcia Huçulak afirma que os profissionais de saúde estão esgotados física e emocionalmente.

x

Um dos problemas enfrentados pelos profissionais é o grande estresse dos familiares. Seja pela espera de leitos e medicamentos, ou pelos protocolos impostos pela doença, muitos médicos apontam como motivo de seus afastamentos do trabalho o desgaste e ameaças das famílias.

Além de escrever as cartas, as pessoas foram convidadas para participar da ação de entrega dos kits, no dia 1° de maio às 10h no Hospital do Trabalhador. Todos os funcionários serão contemplados pelas cartas e presentes, desde médicos e enfermeiros, até vigias. “Qualquer colaborador do hospital tem papel relevante e estão sob muito estresse”, completa Ortencio, que comemora a participação de pessoas de todas as idades no projeto. “Temos cartas feitas por crianças, com desenhos, por homens, mulheres etc. Será uma injeção de amor para aqueles que trabalham salvando vidas”, finaliza o pastor.

Dados saúde mental dos profissionais de saúde

·         Levantamento do Conselho Federal de Medicina realizado com 1.600 médicos do país aponta que para 96% dos médicos, a pandemia causou impactos na vida pessoal ou profissional.

 

·         O aumento do nível de estresse foi relatado como principal impacto da pandemia por 22,9%

 

·         88% dos médicos ouvidos pelo CFM acredita no surgimento de novas epidemias nos próximos anos.

 

·         No Brasil, a venda de antidepressivos cresceu cerca de 17% no último ano

 

Serviço Projeto Cartas Vivas

Entrega: 1 de maio

Onde: Hospital do Trabalhador

Hora: 10h

 

Cesar Franco

Colunista da Revista Dimensão.

Related post