RAC entrega do Erastinho

 RAC entrega do Erastinho

Ricardo-Luiz-Cansian-presidente-da-RAC crédito-foto André-Sade

 

A obra do Hospital Erastinho está pronta para abrigar um novo capítulo na luta contra o câncer. Além da tão aguardada estrutura oncopediátrica, entregue neste mês de julho pela RAC Engenharia, que vai proporcionar considerável aumento no número de atendimentos – em estrutura apropriada para pacientes de zero a 19 anos, a construtora viabilizou à edificação parâmetros construtivos sem precedentes que a habilitam duas certificações internacionais – LEED Healthcare e WELL Building Certification.

A RAC venceu a licitação pública da obra que custou cerca de R$ 21,6 milhões. Segundo Ricardo Luiz Cansian, presidente da construtora, a participação da empresa neste processo representa um grande marco. “Mesmo antes de entrar em funcionamento, a estrutura criada para o Erastinho, que ocupa 4,8 mil metros quadrados do mesmo terreno onde funciona o Hospital Erasto Gaertner, já estabelece um novo patamar aos projetos de edificações hospitalares destinados ao tratamento do câncer infantil”, ressalta.

Cansian explica que apenas para a obtenção da Certificação LEED Healthcare existe a necessidade de atender desempenhos referentes aos seguintes aspectos: localização e transporte, espaço sustentável, eficiência no uso da água, uso racional de energia e atmosfera, materiais e recursos, qualidade ambiental interna, inovação e processos, além de respeitar as prioridades regionais. “Por se tratar do primeiro hospital oncopediátrico do país, e por reconhecermos a influência e importância dos ambientes em aspectos diversos do bem-estar humano, viabilizamos uma certificação complementar ao LEED, a Certificação WELL, com o intuito estender os benefícios da edificação à impactos diretos à saúde e bem-estar dos ocupantes do Erastinho”, revela. A obra do Erastinho está em processo de certificação. A resposta final da certificadora e a placa serão entregues após a inauguração, quando todas as exigências estiverem finalizadas. “A segurança que temos para a obtenção das certificações reside na certeza do projeto bem executado e monitorado, com checklists e relatórios atualizados”, garante o presidente. “No entanto, mais do que a confirmação das certificações, estamos satisfeitos com a oportunidade que encontramos de oferecer uma recuperação mais rápida a esses pacientes. Acreditamos que grandes obras de engenharia também podem representar a construção de uma sociedade melhor”, conclui Cansian.

Alto impacto social – A sustentabilidade tornou-se uma bandeira da RAC Engenharia durante a execução da primeira obra educacional LEED Platinum do Brasil, o SENAC Portão, iniciado no final de 2014. Três anos mais tarde, em 2017, a nova sede da RAC Engenharia foi reconhecida com a maior pontuação LEED na América Latina. Em 2020, a empresa destacou-se mais uma vez no segmento de saúde com a construção do Centro Hospitalar para a Pandemia de Covid-19, do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fundação Oswaldo Cruz (INI/Fiocruz).

 

 

Post relacionado